Martim Almeida

Falar um pouco sobre mim? Pois, nem sei bem o que poderá ser relevante… Nascido e criado no Porto, mas sempre com influências beirãs dos meus pais. De 1998 para o mundo, apaixonei-me pela primeira vez pela bola de futebol, dizendo que não queria ser mais nada a não ser o próximo Pauleta. Infelizmente (ou talvez não), duas lesões no joelho no espaço de um ano fecharam-me essa porta. E quando se fecha uma porta, abre-se uma janela. A impossibilidade de praticar desportos lançou-me para outras disciplinas. Desde miúdo que sou grande fã de histórias, de as contar, de as ouvir, de as experienciar, mas foi no último ano que esse gosto se materializou, tendo-me deixado envolver pelas histórias que o cinema tinha para me contar. Agora na UFP, estudo para um dia, quem sabe, ser um contador de histórias.