Matilde Durães

Nasci no Hospital de Gaia em 1998, mas sou natural de Ermesinde, onde vivi até aos três anos. Quando era criança, a minha mãe pensava que eu tinha futuro no mundo das artes, pois demonstrava ter talento para cantar, dançar, desenhar e representar, participando em vários espetáculos escolares e atividades extra curriculares. Mais tarde percebi que essas ocupações eram apenas hobbies. Por volta dos meus 16 anos, já no curso de Línguas e Humanidades, o meu gosto pela escrita, comunicação e descoberta despertou em mim o interesse pelo Jornalismo. Outra área de que gosto muito é a música. Estou sempre a ouvir as playlists que crio para os meus diferentes estados de espírito, adoro descobrir bandas e artistas novos e alguns do meus momentos favoritos foram passados em concertos e festivais. Para além de ser melómana, sou apaixonada por animais, principalmente felinos e cães. Tenho duas gatinhas e faço voluntariado na associação Cantinho do Tareco. Também gosto de conhecer lugares novos, visitar museus e monumentos e experimentar vários tipos de gastronomia. Costumo dizer que tenho dois sonhos: um é ser jornalista no mundo da cultura e da música e o outro é viajar por todo o mundo. Estou a dar os primeiros passos para realizar o primeiro, no curso de Ciências da Comunicação da Universidade Fernando Pessoa. Quanto ao segundo, comecei por conhecer o meu país e um pouco do vizinho e vou alimentando o meu porquinhomealheiro para um dia visitar a Big Apple.