REFLEXÃO

O que restou

A morte chateia-me profundamente.

Continuar a ler Gabriela Cunha   18.01.2016