viver

A escolha e a leitura

Renato Ferreira 04.01.2016

1 - Entrei na livraria como normalmente se entra numa igreja. A minha ideia era comprar um livro. Não sabia se queria ficção ou não-ficção; sabia apenas que queria ler um livro.

Perdi-me por vontade própria no meio de títulos, capas e contra-capas, abas e mini-biografias, um ou dois parágrafos dos exemplares que passaram o primeiro filtro do meu próprio gosto, em busca de poder achar-me impelido a adquirir um dos muitos amigos feitos de papel que me rodeavam.

Perante a imensidão de oferta, restringi a lista de possíveis aquisições a uns meros 4 ou 5 exemplares dos objectos preferidos da minha vida. Tornei a pegar em cada um deles. Aproximei-me mais de cada um deles. Não porque os queria ver melhor mas porque precisava de saber se algum deles me estava a chamar.

“Pssst…leva-me contigo…”

Era o Nuno Aguiar. Está escolhido o livro.

 

2 - O jornalista Nuno Aguiar escreveu o livro “Os números da nossa vida”. De minha parte, acho que ele fez bem em tomar a iniciativa de o escrever. Estou a gostar. A ideia é explicar boa parte dos principais números que constantemente ouvimos e lemos nos media. Explicar no sentido de descrever, de uma forma pedagógica sem deixar de ser divertida, como é que chegamos ao número do PIB, por exemplo, à estatística do desemprego, passando por clarear os porquês do pagamento de impostos, da importância das agências de rating, e um etc numeroso.

A linguagem é muito acessível e, portanto, recomenda-se o livro a todos aqueles que querem deixar de ouvir falar de tantos números sem lhes dar o devido lugar na nossa mente. No fundo, ajuda a arrumar cada um deles numa prateleira mais organizada do nosso pensamento. E isso não é pouco.

 


Relacionados

Eureka!

Às sextas, às seis...Renato Ferreira...

Continuar a ler Renato Ferreira   20.07.2018

Viagem sem fins

Nada de fins, apenas de inícios e de esperança que a próxima história será...

Continuar a ler Ana Marinho da Silva   25.01.2016

Comentários

Não existem comentários ainda. Porque não ser o primeiro?

Novo comentário