pensar

Mercado marroquino

Ricardo Jorge Pinto 04.02.2016

António Costa não queria o que conseguiu de Bruxelas, no Orçamento de Estado. A Comissão Europeia queria mais do que o Estado português lhe garantiu. Tudo se passou numa espécie de mercado marroquino em que o prejuízo (ou o lucro) foi dividido entre todos.

Relacionados

Acordos e resultados

Angola e Portugal procuram novos acordos. Falta depois apurar os novos resultados...

Ver vídeo Ricardo Jorge Pinto   18.09.2018

Mundo em letras

Revista de Imprensa, onde se fala de Angola, PSD e record de maratona.

Ver vídeo Ricardo Jorge Pinto   18.09.2018

Comentários

Não existem comentários ainda. Porque não ser o primeiro?

Novo comentário