viver

Um Europeu em Gondomar

Iara Vieira 08.06.2017

Gondomar, a cidade europeia do desporto de 2017, foi o local escolhido!

Garantidamente, o membro mais novo que irá poder ver em campo tem 33 anos. A nacionalidade, essa difere… da Bósnia a Itália, da Áustria à Hungria.

Nos diversos pavilhões espalhados pela cidade assiste-se à 1º edição, em Portugal, do Master Europeu de Handball.

Dos 33 aos 50 anos, luta-se pelo lugar no pódio numa eliminação renhida e fervorosa, em que as equipas largam tudo em campo para fazer valer os anos passados no desporto que os faz vibrar.

Assim, juntar em campo equipas de todos os pontos da europa com tanta diversidade no que diz respeito à faixa etária, tornou-se comum desde 2003.

Neste evento não só os jogadores em campo que se fazem notar, também as bancadas vibram com o decorrer dos jogos e as claques mostram-se entusiasmadas com o esforço deixado em campo.

Mas não só de competição, luta e suor, se faz este evento. Também os jogadores recuperam deste torneio sentimentos antigos. Sentimentos deixados para trás com o tempo e que recuperam a sua força durante estes quatro dias.

E é o reencontro com este desporto que faz com que os atletas olhem para os seus adversários não como rivais, mas como alguém de quem são próximos e com quem partilham a mesma paixão apesar da distância: o Andebol.

Ao longo do dia fez-se sentir uma grande abertura por parte de todos, desde treinadores a grandes lendas do andebol português.

“Estou a gostar muito disto. Neste tipo de competições há sempre uma possibilidade de reencontrar amigos com quem convivemos ao longo da nossa carreira, é um otimo momento para nos envolvermos na prática do desporto que nos une e que amamos: o Andebol.”  afirmou Carlos Resende que vestiu a camisola dos Masters Porto, após uma vitória inegável contra o BM Sevilla, com o marcador a apontar 15-3 no apito final.

Para além do esforço e dedicação dos atletas, é também percetível a diversidade cultural em campo que se faz sentir durante os 30 minutos de jogo, onde se destacam equipas como FIF, que em 2016 assegurou um 2º e um 4º lugar nas categorias de >43 e >33 respetivamente.

 

Imagem: Nuno Fonseca


Relacionados

Contracapa, página 4

Sugestão do livro "O último dia de um condenado" de Victor Hugo.

Continuar a ler Ana Marinho da Silva   12.11.2018

Segurança

Francisco Louçã foi à Convenção do BE dizer que o partido precisa de dar imagem...

Ver vídeo Ricardo Jorge Pinto   11.11.2018

Comentários

Não existem comentários ainda. Porque não ser o primeiro?

Novo comentário