pensar

Perdeu. Saiu.

Ricardo Jorge Pinto 04.10.2017

Em vários momentos, Pedro Passos Coelho foi coerente. Também o foi na apreciação que fez da situação do partido, em função do posicionamento que lhe desenhou. Mas a coerência pode não ser eficaz e, como ele uma vez disse, "o melhor político é o que ganha eleições".

Relacionados

O mundo que roda

As Revistas de Imprensa são sempre relatórios minimalistas do que acontece no...

Ver vídeo Ricardo Jorge Pinto   17.08.2018

Rio intranquilo

Rui Rio explicou bem ao que vinha. E tem sido coerente. Mas as sondagens não revelam...

Ver vídeo Ricardo Jorge Pinto   14.08.2018

Comentários

Não existem comentários ainda. Porque não ser o primeiro?

Novo comentário