viver

DE PORTO EM PORTO

Patricia Weber 17.11.2018

 Há um ano eu aterrava no Porto! Essa data especial é um bom motivo para marcar a primeira intervenção por aqui.


Vim sem saber o que encontraria: se teria uma boa recetividade, se me adaptaria aos costumes, ao clima, a gastronomia. Sai de uma Porto Alegre, capital do Rio Grande do Sul, com tantas belezas naturais, para um Porto que não tem um adjetivo em seu nome, mas que guarda, para além das belezas naturais, uma história incrível, digna do reconhecimento de Cidade Invicta. Meu objetivo era realizar meu doutoramento sob a tutela de Fernando Pessoa, mas me apaixonei ao ver o Douro ainda da janela do avião e descobri um pedaço de mundo que, ao que me parece, sempre fez parte de minha identidade.

 LEIA A MATÉRIA COMPLETA AQUI


Relacionados

Média e realidade

A atualidade jornalística deve prender-se à realidade dos factos.

Ver vídeo Ricardo Jorge Pinto   11.06.2019

Nada de novo

Relatório de Tancos repetiu o que já sabíamos. Mais grave: deixou as mesmas...

Ver vídeo Ricardo Jorge Pinto   31.05.2019

Comentários

Não existem comentários ainda. Porque não ser o primeiro?

Novo comentário