pensar

Saída de conveniência

Ricardo Jorge Pinto 31.12.2015

A saída de Paulo Portas da liderança do CDS não é de emergência. É de conveniência. Para o seu partido e para o PSD, numa altura em que ambos precisam de separar águas.

Relacionados

Novo aeroporto

Há muito que muitos especialistas falam da necessidade de um segundo aeroporto em...

Ver vídeo Ricardo Jorge Pinto   09.01.2019

Consenso

Da esquerda à direita, os partidos viram recados relevantes do PR para o ano...

Ver vídeo Ricardo Jorge Pinto   02.01.2019

Comentários

Não existem comentários ainda. Porque não ser o primeiro?

Novo comentário